Cuidado!! O verão chegou, redobre os cuidados com o seu Pet

Os cachorros sofrem mais nesta época do ano porque não transpiram pela pele. Não são apenas as pessoas que sofrem com a temperatura acima dos 30 graus no verão e os cuidados com os Cães que também morrem de calor, literalmente, precisam ser redobrados.


Quando os termômetros estão lá em cima, todo cuidado é pouco com os amigos de quatro patas. Eles podem sofrer com o estresse térmico, cujos sintomas são respiração ofegante, letargia e até vômito. Nesses casos, é preciso levar o animal com urgência a um veterinário para que possa ser medicado, pois se isso não acontecer há riscos de ele morrer com tanto calor.


Como dito anteriormente, os cães sofrem mais nesta época do ano porque não transpiram pela pele, diferentemente do que acontece com seus donos. Quanto mais quente, mais ofegante fica a sua respiração, já que a manutenção da sua temperatura corporal é feita pela língua, por isso, eles costumam deixá-la para fora da boca. Isso acontece quando os animais são expostos ao sol forte, em horários inadequados, como ao meio-dia, normalmente acompanhando as pessoas na prática de esportes. Ao primeiro sinal de cansaço, como querer deitar no chão, é preciso lhe oferecer água.


O problema surge quando o animal se exercita além da conta, aumentando sua temperatura corporal, o que provoca uma disfunção cardiorrespiratória ou desidratação, que pode matá-lo. Para evitar esse quadro, algumas providências são necessárias e fáceis, como passear com o cão logo de manhã ou no final da tarde, isso quando o dia não está insuportável de quente, carregar uma vasilha e uma garrafa com água para fazer a Hidratação necessária ou até molhar o seu corpo e tosar os pelos longos. Não é recomendável dar banho todos os dias para não retirar a proteção natural da pele canina. Outra preocupação é não alimentá-lo antes da prática de exercícios.


Existem outras opções para refrescar os cães nos dias de muito calor. Que tal oferecer frutas da época, como melancia, melão, uva, maçã, pera ou mamão, observando se não fazem mal aos comilões de plantão? Não quer correr o risco? Congelar a alimentação natural em lata e oferecer como sorvete pode ser uma excelente opção.


Como normalmente os bichinhos ficam sem apetite no verão, uma boa estratégia é diminuir a quantidade de alimento e oferecê-la ao longo do dia, em porções menores, se precisar a Papapets esta disponível para lhe ajudar a escolher a refeição perfeita para o seu amiCÃO. Assim, não há riscos de sobrecarregar o estômago deles, provocando algum tipo de mal-estar. E como verão significa muitas chuvas também, é bom redobrar a atenção para evitar que os cães entrem em contato com enxurradas e enchentes, que podem contaminá-los.

Posts Relacionados

Ver tudo