Você lembra a última vez que levou seu pet ao médico veterinário?

Você é daqueles que só procuram o médico-veterinário quando alguma coisa não vai bem com a saúde do seu pet? Saiba que esse não é o recomendado quando o assunto é garantir o bem-estar do seu peludo.

Assim como os humanos vão ao médico para realizar os famosos “check-ups” uma ou duas vezes ao ano, os pets também precisam da mesma atenção. O ideal é criar uma rotina para que, assim, seja possível não só tratar, como também prevenir as doenças.



A frequência de idas ao profissional vai depender principalmente da idade do seu pet. Se você tem um filhote em casa, seja cachorro ou gato, o recomendado é levá-lo várias vezes durante a infância. Isso porque ele precisa receber todas as doses de vacina no início da vida.


Agora, se o seu pet já ultrapassou a infância, a frequência deve diminuir: ao menos duas vezes ao ano é um bom espaço de tempo, além, claro, de casos nos quais ele apresenta algum possível sinal de problema de saúde.


A partir da terceira idade, por volta dos sete anos de vida, essa frequência deve aumentar novamente. Afinal, esse é um período no qual os pets estão mais sensíveis e, por isso, é importante realizar exames preventivos com certa regularidade.

E não se esqueça: um pet feliz é um pet saudável, prevenido e com a carteirinha de vacinação em dia! ❤️